Lutas Políticas / Governo Parlamento

Governo e Parlamento

Por: Lázaro Ferreira Rodrigues *

A eleição de Lula em 2002, representou significativa vitória das forças populares, progressistas e de esquerdas. O novo ciclo político aberto por Lula, colocou o Brasil em nova rota e orientação política. Uma rota desenvolvimentista, de inclusão social, de direitos e valorização do trabalho, renda, produção, democratização da sociedade e soberania nacional. A era Lula/Dilma e os demais governos e lideranças presidenciais do conjunto da américa latina, é o resultado do avanço das esquerdas e das lutas populares em todo o continente. Nestes tempos atuais,

Fragmento do pensamento VI Lênin, sobre: A importância de política e parlamentos. Um trabalho revolucionário proveitoso e fecundo, que educará simultaneamente os "chefes", para que sejam dignos da classe operária e das massas trabalhadoras, e as massas, para que aprendam a orientar-se como é necessário na situação política e a compreender as tarefas, amiúde bastante complexas e confusas, que dessa situação decorrem. ( da obra sobre o Esquerdismo )

Reformas Estruturais por um Novo Projeto Nacional de Desenvolvimento

Comunicação insurgente, Web Guerrilha informativa contra os impérios midiáticos.

Belém - Pará -Amazônia - Brasil

As lutas na frente política institucional

 é imprescindível defender estes governos populares,de golpes e ações anti democráticas e desestabilizadoras promovidas pela direita, com apoio e participação do imperialismo estadunidense e as elites dominantes locais, e  apoiada pela grande mídia monopolista conservadora, raivosa e golpista. O campo popular e democrático, deve acima de tudo, combinar a luta em defesa das conquistas com a luta pelo aprofundamento das mudanças.  Avançar mais nas mudanças é vital e uma necessidade objetiva para o pleno desenvolvimento político, econômico, social e cultural do povo e da nação.

Os interesses de classes e a luta política no parlamento e demais intâncias de governo.

SAL - Sociedade Amigos (as) de Lênin

Esc. Nacional João Amazonas